Blog

nome do post Vale a pena perder tempo para escolher sua água no mercado? Escrito por: adm
04 de Abril de 2013

A Integral traz hoje como assunto Água Mineral, parecia não ter diferença entre as marcas, mas esta matéria nos mostrará que existem diferenças. Segue abaixo matéria do site Webrun, escrita por Rafaela Castilho.
Apesar da grande variedade de produtos com alta concentração de sais minerais e sódio, nenhum composto hidrata mais o atleta do que a água. Porém, a água engarrafada que consumimos hoje direto das prateleiras dos supermercados pode não ser adequada para o consumo de todos os públicos.
Rica em nitrato de magnésio, nitrato de potássio, nitrato de sódio, sulfato de cálcio e cloreto de sódio, o líquido é responsável por manter a hidratação e repor os sais minerais que foram perdidos por meio do suor enquanto os corredores se exercitam. No entanto, essas substâncias devem ser equilibradas para que a água não faça mal à saúde.
No mercado - É o exemplo da água Crystal, vendida comercialmente, que contém 30mg de sódio por litro. “Nesse caso, a principal preocupação é com a hipertensão, principal fator de risco para doenças cardiovasculares, que representam a maior causa de morte no mundo. Por esse motivo é recomendável optar por uma água mineral com teor de sódio abaixo de 5mg/L”, informa a nutricionista Joyce Nunes de Oliveira.
Já a água Bonafont, que tem como slogan “a água leve”, tem uma quantidade reduzida de sódio (3,1mg/L), que diminui a sensação de inchaço. O produto também é rico em nitrato de magnésio, que facilita o processo de evacuação.
Mas o consumidor tem que tomar alguns cuidados na hora de escolher o produto certo para se hidratar. “Nem todas as águas têm características garantidamente naturais e saudáveis para a ingestão humana. Apenas as águas minerais naturais e as águas de nascente mantêm a pureza natural, contribuindo para manter o equilíbrio do nosso corpo”, discorre a profissional.
Com sabor - Existem alguns casos em que o excesso de substâncias pode alterar o gosto do líquido. “O sabor da água pode apresentar-se metálico, mesmo que visualmente a coloração esteja normal, pois a coloração enferrujada só aparece depois de alguns minutos em contato com o ar”, exemplifica Joyce.
Também existem casos em que o indivíduo sente um sabor salgado na água, provocado pelo cloreto de sódio. Há ainda pessoas que sentem gosto de giz em água com um alto teor de cálcio.
Na seca - A nutricionista também explica que se o atleta não consumir água enquanto pratica a atividade física, pode ter algumas complicações no meio da prova. “A falta desse líquido pode trazer sérias consequências, como tontura, fraqueza, dor de cabeça e fadiga, caracterizando sinais de desidratação”, enumera.
Tratamentos específicos - Existem alguns tipos de água para ajudar em tratamentos específicos. A água ferruginosa, por exemplo, é usada no combate à anemia, enquanto a água sulfurosa, rica em enxofre, pode ajudar nos sintomas de laringites, bronquites e sinusites.
Existe ainda a água radioativa, composta por radônio, gás nobre que estimula o metabolismo e age no sistema digestório e respiratório. Ela pode ser consumida, pois a substância permanece por pouco tempo no organismo.
E escolha a água que se adequará melhor às suas necessidades!
Fonte: matéria de Rafaela Castilho do site Webrun. Disponível em: http://www.webrun.com.br/home/n/vale-a-pena-perder-tempo-para-escolher-sua-agua-no-mercado/14578?pag=1
Abraços,
Equipe Integral

Compartilhe:
Comentários